Santuário
Você está em:

Providens apresenta experiência de acolhimento de refugiados venezuelanos em encontro da ONU

A Providens e o Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política (VEASP) da Arquidiocese de Belo Horizonte participaram no dia 11 de julho da III Oficina de Troca de Experiências sobre Acolhimento no Marco do Programa de Interiorização, promovida pelo ACNUR, a agência da ONU para Refugiados. A Providens realiza um projeto de acolhimento temporário de migrantes venezuelanos em Belo Horizonte, chamado Casa do Migrante (conheça melhor aqui).

O encontro reuniu diversas instituições que estão vivenciando o dia a dia de acolhida de refugiados venezuelanos em Minas Gerias e que são parceiras na rede Acolhe Minas. Além da Providens e do VEASP, estavam presentes o Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados, a PUC Minas, o CEFET-MG, a Cruz Vermelha, representantes do poder público, entre outras instituições.

Na pauta de discussão, destacam-se os desafios enfrentados no cotidiano do acolhimento, a questão da empregabilidade e a necessidade de promover estratégias para continuar o acompanhamento dos refugiados após a saída da casa.

De acordo com o Pe. Júlio César Gonçalves Amaral, Vigário Episcopal para a Ação Social e Política da Arquidiocese de BH, o encontro foi uma oportunidade para “dialogar com outras instituições e buscar formas de continuar atuando na questão dos refugiados”.

Para Sílvia Sandler, analista sênior do ACNUR e organizadora do evento, a troca de experiências entre os participantes é um passo fundamental para o fortalecimento do processo de interiorização de venezuelanos em Minas Gerais. “Nosso objetivo é que a experiência de acolhimento seja mais efetiva não apenas em número de vagas, mas na construção de políticas públicas locais para acolher migrantes e refugiados no estado”, finalizou.

VEJA TAMBÉM